Itaquaquecetuba lidera no índice de eleitores analfabetos no Alto Tietê; veja este e outros desafios da cidade

O número de eleitores analfabetos na cidade é o maior na região: quase 10,5 mil pessoas não sabem ler e nem escrever. Uma taxa de 4,38%, que também é acima da média estadual, onde 2,37% dos eleitores são analfabetos.

Por Carolina Paes e Dennis Maciel, DiárioTV 1 Edição

Quando se fala em eleição em Itaquaquecetuba alguns números chamam a atenção. O município lidera uma triste marca no Alto Tietê. O número de eleitores analfabetos na cidade é o maior na região: quase 10,5 mil pessoas não sabem ler e nem escrever. Uma taxa de 4,38%, que também é acima da média estadual, onde 2,37% dos eleitores são analfabetos.

“Ele vai ter as informações, mas as informações dele vão ficar restritas. É diferente do sujeito que consegue ler escrever. Porque ele vai procurar mais fontes para poder ver se o candidato é bom, se não é. As escolha dele o leva a ter mais cidadania. Quantos menos informações cerebrais você tiver, menos inserção social você pratica na vida”, observa a psicóloga educacional e pedagoga Rony Gladys Melo.

Mas para viver na cidade e trabalhar fora é preciso ter transporte público de qualidade. Um desafio e tanto em vários sentidos.

Ser deficiente e precisar subir em um ônibus, por exemplo, são peças difíceis de se encaixar. Itaquaquecetuba tem hoje um dos maiores números da região de eleitores com algum tipo de deficiência, cerca de 5 mil.

Deusimar Silva que teve paralisia infantil é um deles. Ele sente na pele todos os dias, os desafios de viver em uma cidade que ainda não é pensada para todos.

“Aqui a cada dia que passa a gente vai encontrando mais dificuldades, principalmente, na área central. É um sacrifício andar nas calçadas. Cadeirante nem se fala. Tenho um monte de amigo cadeirante e precisa andar na rua com os carros. No transporte público tem o ônibus com as rampas, mas nem sempre elas funcionam”, diz Silva.

Compartilhar:

Mais postagens

Envie-nos uma mensagem

Open chat
como posso ajudar? Entre em contato.